Publicador de conteúdo web

Central de Atendimento PJe:

0800 200 6272 - CSJT

horário de atendimento :  

2ª a 6ª feira - das 9 às 21 horas

0800 777 4344 - TRT15 

horário de atendimento :  

2ª a 6ª feira - das 9 às 19 horas

ATENÇÃO Srs. USUÁRIOS

 

O sistema PJe-JT (1º e 2º Graus) estará INDISPONÍVEL, para atualização de versão, nos termos da Lei 11.419/2006 e da Resolução 136, do CSJT, das 18h às 20h do dia 16.03.2017 (5ª Feira).

 

(a) Comitê PJE

 

  PRAZOS NO PJe  

Os prazos no PJe, em razão das INDISPONIBILIDADES do sistema, deverão observar o disposto na Resolução nº 136, do CSJT e na Lei 11419/2006 (clique nos links para acessá-las)

Informamos que as certidões são postadas somente ao final do período de indisponibilidade até as 12h na página

http://portal-hml.trt15.jus.br/indisponibilidades-do-pje-jt 

 

=========================================================================================================

 

AVISO IMPORTANTE

    ACESSO AO SISTEMA   

A versão atual do sistema comporta a utilização das versões mais recentes dos navegadores:

Resultado de imagem para imagens firefox  Mozila Firefox     Resultado de imagem para imagens chrome  Chrome.

Entretanto, deve ser instalado o assinador Shodö que deverá ser utilizado em substituição ao assinador nativo do PJe.

Para tanto, acesse a página http://www.trt15.jus.br/programas/, onde encontrará as instruções.

Aos que optarem pela manutenção do assinador nativo do PJe, seguir às instruções disponíveis logo abaixo.

 

ASSINADOR NATIVO DO PJE-JT

CONFIGURAÇÕES DO NAVEGADOR MOZILA FIREFOX 

 

Para os usuários que preferirem utilizar o assinador nativo do PJe, é obrigatória a utilização do navegador MOZILA FIREFOX.

 Entretanto, as versões mais recentes do aplicativo não executam o plugin Java, impedindo, dessa forma, o acesso ao sistema e a assinatura de documentos. Deve ser instalada a versão 41 do browser.

Sigam os passos do roteiro disponível nesta página clicando no link "Dúvidas Frequentes PJe".

 

Alternativamente, ainda, os usuários podem utilizar o navegador destinado exclusivamente para utilização no PJe disponibilizado pelo CNJ, que pode ser baixado neste link:

http://www.pje.jus.br/wiki/index.php/Navegador_PJe.

ATENÇÃO: Esclarecemos que eventuais problemas com a utilização deste navegador devem ser reportados diretamente ao CNJ nos canais disponibilizados para tanto.

Notícias PJe

« Voltar

Números do CSJT mostram TRT 15ª em primeiro lugar na tramitação eletrônica de processos (PJe)

com informações da Secretaria de Comunicação do CSJT

Nacionalmente, já são mais de 6 milhões de processos tramitando eletronicamente na Justiça do Trabalho, o que significa 84% do movimento de todo Poder Judiciário, que se aproxima dos 7,5 milhoes de processos.

A estatística, fornecida pela Secretaria de Tecnologia da Informação do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), traz à lembrança a maior rapidez no trâmite das ações e a economia de papel, energia e impressão que se reflete nas demandas propostas pelos trabalhadores; o sistema PJe foi implantado na Justiça laboral em 2011.

O TRT 15ª ocupa o primeiro lugar no número de processos eletrônicos, com cerca de 890 mil feitos, seguido pelo TRT do Rio de Janeiro, que alcança a marca de 812 mil. O Pje-JT é utilizado pelos 24 Tribunais Regionais do Trabalho e está integrado com praticamente 100% das Varas do Trabalho de todo o país. A exceção são algumas varas trabalhistas localizadas especificamente no TRT da 8ª Região (PA), que não têm infraestrutura mínima de telecomunicação compatível com os requisitos

Para o presidente do CSJT, ministro Ives Gandra Martins Filho, os números representam a vanguarda da Justiça do Trabalho na instalação e operacionalização do Pje. "Nosso vanguardismo no ingresso do processo eletrônico, hoje 100% informatizado, ficou patenteado ao superarmos esta marca", destacou.

O número de usuários que acessam o PJe-JT também subiu consideravelmente se compararmos o período de abril de 2015 com as estatísticas atuais. Ano passado, por exemplo, cerca de 588 mil usuários, entre advogados, servidores e magistrados utilizavam o sistema. Esse número quase dobrou em 2016, com o registro de mais de 965 mil pessoas que acessam o sistema.

Transparência, segurança e rapidez são atributos que a Justiça do Trabalho reconhece naquilo que foi pioneira.

O coordenador nacional do Sistema do PJe-JT, juiz auxiliar da presidência do Tribunal Superior do Trabalho Fabiano Coelho de Souza, considera um desafio esse aumento da demanda: "É um marco muito importante, pois isso representa que as partes, advogados, servidores e magistrados têm facilidade e acesso aos processos de forma online e em qualquer lugar. Estamos engajados para manter a estabilidade já alcançada do sistema e conseguir melhorias nas funcionalidades já que, com mais usuários, aumenta a necessidade de infraestrutura e na capacidade de armazenamento", complementou o magistrado.